Como primeira atividade realizada no galpão da Vila Itororó, o coletivo ConstructLab foi convidado para construir módulos e equipamentos básicos para o local, tendo realizado uma oficina com aproximadamente 50 participantes na marcenaria do canteiro. Todas as mesas, cadeiras, arquibancadas e demais estruturas que hoje estão no galpão cumprem um programa de usos debatido na oficina.

Veja aqui o PDF da publicação impressa sobre a oficina.

“Tons queimados, um tanto fechados: um vermelho terra, um amarelo mostarda, cores de uma arquitetura brasileira mais antiga”. É com essas palavras que a artista Mônica Nador descreve as cores que escolheu para o trabalho desenvolvido na Vila Itororó.

“Padrões da Vila” se caracteriza por um trabalho longo, porém, inquieto, realizado em muitas mãos − o que culmina por deslocar a questão da autoria e da representação. O processo envolveu ex-moradores do local, moradores do Bixiga e interessados em geral. Não se tratou de representar a Vila, mas de compreender o local como um agente ativo, conectado a outros capazes de pensar o seu passado e de testar o seu futuro no presente. (Benjamin Seroussi – curador)

Veja aqui o PDF da publicação impressa sobre a obra.

O cliente

Série de publicações elaboradas para a Vila Itororó – Canteiro Aberto.

A Vila Itororó é um conjunto arquitetônico idealizado por Francisco de Castro, com mais de dez edificações construídas ao longo do século XX para fins residenciais e de lazer. A Vila está localizada na encosta do Vale do Itororó, na divisa entre os bairros da Liberdade e da Bela Vista, na região central da cidade de São Paulo. Ocupa uma área de cerca de 6.000 metros quadrados, no miolo de uma quadra. A Vila Itororó foi tombada como patrimônio pelo CONPRESP (órgão municipal) em 2002 e pelo CONDEPHAAT (órgão estadual) em 2005. Em 2006 foi decretada área de utilidade pública, tendo sido desapropriada pelo governo do Estado e pela prefeitura de São Paulo para fins culturais. A restauração da Vila Itororó, iniciada em 2013, é realizada através de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e o Instituto Pedra.

Palavras-chave

Projeto gráfico / Publicações / Vila Itororó – Canteiro Aberto