LDV_2

A Livraria Leonardo da Vinci é considerada uma das mais tradicionais do Rio de Janeiro e do Brasil, fundada em 1952 na avenida Presidente Vargas pela italiana Vanna Piraccini e seu marido romeno Andrei Duchiade. Por falta de espaço, mudaram-se para o subsolo do Edifício Marquês do Herval quatro anos após a sua inauguração.
A livraria reune, desde então, obras nacionais e estrangeiras de todos os gêneros sendo uma das preferidas de figuras ilustres como Carlos Drummond de Andrade e Guimarães Rosa.
Tendo quase fechado as portas em 2015, a livraria foi comprada pelo livreiro Daniel Louzada, que reformula agora o espaço e tem abertura anunciada para o final de março de 2016.

Para marcar esta nova fase da livraria, a identidade visual também foi repensada, traduzindo a ideia de continuidade e renovação: a grafia gótica ‘L’ da marca antiga foi preservada e as demais letras foram trocadas por uma nova fonte. A figura de Leonardo da Vinci foi redesenhada e incorporada à nova identidade visual.

O mais importante permanece intocado: a curadoria extremamente cuidadosa dos livros, que formam um catálogo rico, diverso e único.
Avenida  Rio Branco, 185, Centro do Rio – edifício Marquês do Herval.